PERFIL DOS PACIENTES PORTADORES DE PÉ DIABÉTICO ATENDIDOS NO CENTRO DE ATENÇÃO ESPECIALIZADA DE CASCAVEL/PR

Autores

  • Rubens Griep
  • Micheli Giovana Signor
  • Lucas Zeni Salomão
  • Laura Gomes Flores
  • Vanessa Carla Trentim

Resumo

Objetivo: Realizar um estudo epidemiológico dos pacientes portadores de pé diabético, levando em consideração sua escolaridade, nível socioeconômico, idade e tipos de tratamento recebido. Método: Estudo epidemiológico de caráter descritivo realizado de maneira transversal com um grupo de pacientes com lesões em membros inferiores atendidos no Centro de Atenção Especializada de Cascavel – PR. Resultados: Foram estudados 14 pacientes dos quais 85,71% eram do sexo masculino e 14,29% do sexo feminino; 50% autodenominaram-se de raça branca; 85,71% dos pacientes desconheciam o diagnóstico exato da comorbidade portadora; 78,57%  apresenta primeiro grau incompleto; 57,14% ganhavam até um salário mínimo; a principal comorbidade associada é hipertensão arterial com 64,28%. Conclusões: A maior parte dos pacientes não possuía primeiro grau completo, ganhava até um salário mínimo e apenas realizaram o tratamento adequado após perceberem que as complicações crônicas são graves. Desta forma, a abordagem multiprofissional é importante para prevenir maiores agravos e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Downloads

Publicado

2019-01-23

Edição

Seção

Saúde e Biológicas