DUPLA CHECAGEM DE MEDICAMENTOS POTENCIALMENTE PERIGOSOS: PRÁTICA SEGURA NA ASSISTÊNCIA Á SAÚDE

Autores

  • FERREIRA, Fabiana Sari1 MARIN, Marina Barbara2 LOPES, Daniele3 TONINI, Nelsi Salete4

Resumo

RESUMO
Os medicamentos de alta vigilância possuem risco aumentado de provocar eventos adversos, assim, na tentativa de
minimizar a possibilidade de erros relacionados a esses medicamentos, o objetivo desta pesquisa foi identificar a adesão
dos profissionais de enfermagem na dupla checagem (DC) de medicamentos potencialmente perigosos (MPP). A pesquisa
foi realizada no período de janeiro a setembro do ano de 2020, onde foram observados todos os horários de todas as
prescrições médicas de um dia completo de cada unidade de internação para verificar se continha algum MPP com seus
respectivos horários checados e duplamente checados. Foram analisadas 1243 prescrições, que apresentaram em média a
taxa de 50,5% de prescrição de MPP’s, totalizando 1908 MPP’s prescritos. A taxa de adesão à checagem 99% durante o
período avaliado, mas a média da taxa de adesão à DC foi de apenas 26%, o que mostra a necessidade de análise sistêmica
dos procedimentos realizados pela equipe durante o processo para identificação das falhas e do reforço permanente dos
treinamentos referentes ao protocolo.
PALAVRAS-CHAVE: segurança do paciente. lista de medicamentos potencialmente inapropriados. adesão à
medicação. administração dos cuidados ao paciente. enfermagem

Downloads

Publicado

2022-11-24