O USO DE PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERÁPICOS POR JOVENS EM UM MUNICÍPIO NA REGIÃO OESTE DO PARANÁ

Autores

  • Alessandra Gabrieli Minikowski
  • Patricia Stadler Rosa Lucca

Resumo

Aproximadamente 80% da população não tem acesso à atenção básica e aos medicamentos industrializados, por isso o conhecimento popular é uma alternativa de acesso à cura, este que se trata das informações adquiridas e acumuladas ao longo do tempo, em um determinado local. O objetivo do presente trabalho foi fazer um levantamento de dados a respeito do uso de plantas medicinais, fitoterápicos e dos conhecimentos relacionados à eles, através de jovens com faixa etária entre 18 a 29 anos, residentes do município de Céu Azul (PR), por meio da aplicação de um questionário. Os resultados obtidos demonstraram a maior utilização de plantas medicinais por jovens do sexo feminino com idade entre 24 e 29 anos, a planta mais utilizada foi o boldo - Plectranthus barbatus Andrews (21,95%). A respeito da origem do conhecimento sobre os benefícios das plantas, verificou-se que o mesmo foi transmitido de geração em geração e também a conformidade de uso perante a literatura consultada.

Downloads

Publicado

2021-12-02

Edição

Seção

Saúde e Biológicas